quinta-feira, novembro 16, 2006

Realidade e fantasia


Foto: José Mário Silva

"A realidade é apenas humana, e apenas parcialmente real."
Edgar Morin - fonte Citador


Como se percebe, o nosso reino não é deste mundo; o mundo dos blogues.
Para além das limitações linguísticas e temáticas, existem inúmeras fronteiras que nos separam. Mais altas que as amuradas deste Palacete. No entanto, e por capricho ou destino, as realidades e percepções do mundo que nos rodeia são idênticas.

A ideia de que se encontram prisioneiros dentro da liberdade que têm, é visível nos monólogos que travam com o outro eu. Muitos cumprem regras e quase todos querem fugir. Para onde é que não sabem. Tal como nós.

Ao contrário do que se possa imaginar, a maioria dos reclusos são católicos. Como tal, agarram-se à única tábua que lhe estendem. Lisa, escorregadia, e talvez ensebada pelos tempos que correm. Austeros e vazios. Tempos perdidos desta juventude envelhecida. Os bloguistas também. Talvez não em epístolas e credos, mas nas fantasias desta humanidade angustiada. Só que nós comemos a dobrar e pela medida grande porque não fazemos do nosso nome a fonte da subsistência e da sobrevivência.

Aqui, a realidade e fantasia misturam-se. Por vezes, explosivamente. Só com a diferença de que, uma vez reabilitados, o que vamos encontrar depois de alguns anos desligados do sistema, é um novo mundo. Tão difícil e perigoso como esta clausura.
Num step by step, com dizia o outro. Desconheço é se será suficiente.


De olhos na liberdade


Foto: Ana Baião

A Prisão-Escola do 115

Reportagem de Pedro Coelho e Ana Baião (fotos). No Expresso.
Gentilmente enviada pelo nosso ilustre visitante Py (desconhecemos se tem blogue) ao qual já devemos o título de CP: Colaborador Permanente.
O nosso Obrigado.



VII Taça de Futsal (ainda estamos em Festa)



EPPorto 3 – EPLisboa 4

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

bem, haja idéias:

http://expresso.clix.pt/Actualidade/Interior.aspx?content_id=372475

py

10:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Zé, quanto mais difícil é uma situação maior é o potencial positivo que transporta. Queres ver um exemplo? Tu mesmo: a poética da tua escrita é muito boa, muito incisiva mesmo quando ácida, e muito humana, mesmo quando frágil, ou por isso mesmo, e por isso mesmo forte.

Nunca terias feito este blogue numa vida boa... De uma maneira ou de outra serás recompensado por isso. Entretanto, vai treinando o prazer de respirar e lembra-te que há muitos de nós cá, prisioneiros de não sei quê, que gostamos de vocês aí, e nem damos valor ao que temos.

Já te contei que noutro dia um amigo meu encontrou um amigo dele acabadinho de sair de dentro: achava tudo lindo!

2:00 da manhã  
Blogger eduardo said...

Só a fantasia da realidade o dirá, Zé. A (in(suficiência toca a todos e como dizes, muito bem, esta treta aqui por fora também não é famosa. É apenas uma questão de ajustes que os moldes da personalidade de cada um pode trazer vantagens. Tipo empreendor, como diz o Ricardo na reportagem.
Pela tua escrita, já notada, vê-se que tens chances. Aproveita ao máximo.

Parabéns à malta por mais um título, pois já soube que também ganharam o campeonato.

2:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Zé e pessoal, permanente não prometo, mas intermitente podem contar que venho cá apytar:

http://www.elpais.es/vineta.html?autor=Ram%F3n&d_date=20061026&anchor=elpporopi

py

2:19 da manhã  
Blogger MCP said...

Parabéns!

7:53 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home