quarta-feira, dezembro 13, 2006

Natal das Prisões



Para atenuar a nostalgia da data, Custóias este ano é o palco central do Natal das Prisões.
Com a apresentação de Fátima Lopes, Rita Ferro Rodrigues, Nuno Graciano e José Figueiras, lá estarão os nossos “Tass Bem”: um dos grupos musicais do Palacete. O “Notas Soltas”, a banda da prisão do Porto, também lá estará.
Em emissão especial, vamos poder ver e ouvir os Santamaria e os UHF, para além de Ruth Marlene, Mónica Sintra e o Coro Misto da Covilhã, entre outros.
Dá na SIC. Sexta-feira, 15, entre as dez e as cinco e meia da tarde.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Estou a ver, Zé. Estou a ver...

saddam, o dos fados

10:02 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

E PENA TANTA GENTE A MORRER A FOME E GASTAREM-SE TANTOS EUROS NESTA FESTA

12:35 da tarde  
Anonymous Cristina said...

Bem..muito tempo passou desde este comentario acima referido mas so agora o encontrei e nao achei por bem ficar calada..nao sei quem é esta pessoa mas nem sei se tal lhe posso chamar...é certo que andam muitas pessoas a morrer a fome e elas, mais que todos, merecem a nossa pena e caridade..mas nao vamos negar uma minima alegria a quem ja tao dificil vida tem..merecem ser castigados, é certo[apesar de alguns terem castigos demasiado pesados e outros serem acusados injustamente], mas o isolamento so por si ja é castigo bastante severo, pergunte a qualquer psicólogo, não sei se tem contacto com a área..sabendo isto porque massacrar ainda mais?eles ja vivem em condições degradantes porquê negar-lhes uma pequena alegria..o natal é a epoca da familia..eles nao a tem junto..porque negar uma festa destas?pensa provavelmente"muitas pessoas ditas honestas dariam tudo por esta festa e não tem nada e aqueles...tem"..digo-lhe que não há ali uma só alma a quem, dada a escolha entre uma festa, por maior ou mais mediática que fosse, e a família não escolhesse esta última..deixo-lhe um conselho estimado amigo, como diz o povo"nao cuspa para o ar",nunca sabe o que o futuro lhe reserva. O odio e desprezo que agora tem para com as pessoas que cometeram erros na vida pode um dia transformar-se em argumentos de defesa se algum dia se vir a braços com algum familiar ou amigo encarcerado. Não pense que tal azar so acontece a pessoas de bairros, ciganos, negros, etc. pois essas pessoas nao sao menos que nos. Acredite, eu ja passei por isso..eu era uma criança quando passava pelo estabelecimento prisional de custoias e tremia de medo, achava que so monstros la iam parar, que podiam quiça sair dali e magoar-me, inocencia de criança na altura..agora sou adulta, ainda estudo(por isso nao lhe chamemos problemas de carencia de cultura), estou quase formada e sempre tive uma vida honesta..nunca tive contacto com esse mundo e até ha bem pouco tempo tinha dentro de mim a mesma criança que temia os presidiarios.. Agora caro amigo tenho a dizer-lhe que sou presença assidua no edificio que tanto me aterrorizava e que amaldiçoo aquelas paredes por me separarem da pessoa que mais amo. Pois aquelas pessoas erraram, é um facto, mas o amigo nao tem a minima noção do tormento que aquilo é..e finalmente vi que muitos deles tem coração..a maior parte até..tente por um segundo imaginar o que é a dor de esperar horas e horas para poder ver a familia, o olhar ansioso a perscrutar todo o salão de visitas a procura de uma cara conhecida, a luz nos olhos quando avista um familiar, os sorrisos, os abraços intensos....e as lagrimas que caem quando toca a campainha de entrada, sinal de dias a fio de isolamento das pessoas amadas..doi, nao doi?e o sr imaginou por um segundo...imagine viver essa realidade durante dias,por vezes até semanas..Espero que se torne mais humilde neste aspecto e reveja as suas perspectivas nunca se sabe se um dia o seu mundinho cor de rosa nao se afundara em processos, corridas para tribunais e estabelecimentos prisionais..espero que nao pois nao desejo a ninguem tal realidade pois bem sei o que custa vive-la..bem haja..

Cristina

3:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Deus queira que quando o fulano que comentou que havia "tanta gente a passar fome e a gastar tanto dinheiro com isto", quando cometer um erro na vida nem e este sitio possa merecer...

11:03 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home