domingo, dezembro 30, 2007



Falar de reinserção social nesta altura do campeonato não é fácil . Mas hoje tivemos o nosso convidado especial para poder tentar esclarecer algumas coisas importantes no que diz respeito à integração: o estimado Zé “Prisas” Amaral que nunca se cansa de nos vir ver.
Vou armar-me em “jornalista” e fazer a entrevista possível.

- Então minha puta sabida, como é aquela merda lá fora?
- Olá a todos. (em off); Esta treta está a ser gravada?
- Achas? Ou já te esquecestes que temos limites no Projecto? Só o Professor Peciscas é que sabe fazer aquelas cenas, meu! Mas conta cá, como é que está a ser?
- Olha Bruno, quase que dava para fazer um guião para o La Féria ter mais um sucesso (risos). Existem muitos entraves e o receio das pessoas ao lidar com malta que vem dos EP’s tem muito que se lhe diga, como uma vez te contei. Por muito que se tente apregoar que o sistema funciona, é mentira. O melhor mesmo é não saberem de onde a gente vem. E desde que um tipo se porte da maneira normal que qualquer cidadão que nunca foi dentro, tudo fica melhor.
- Espera aí. Mas tu já tinhas muitas merdas organizadas… emprego, casa, alguns contactos se te sentisses atrapalhado…
- Eu sei. Mas a realidade é um pouco diferente. Sabes quantos anos aqui estive dentro?
- Quem faz as perguntas sou eu!
- Tá bem, meu! Foda-se mais o teu mau feitio… (rs)
- Como é que foi o teu primeiro dia?
- Um pouco lixado, pá. Tive que comprar roupas novas a umas gajas muito simpáticas numa enorme superfície que desconhecia, para não parecer um maltrapilho e arranjar a manutenção comestível para as primeiras impressões, tás a ver?
- Mau. Já te disse que as perguntas… (interrompido)
- Desculpa.
- De ajudas na Assistência, como é que estamos?
- Conforme. Tens os exemplos da Maria, do Miguel Horta, que nos acompanham por e-mail e vão tendo o conhecimento suficiente sobre o desenrolar da situação em lugares como o nosso, quase em regime de voluntariado, e também sabem que a RS estatal não funciona a todo o gás, mesmo que a gente lhes encha os bidões de óleo novo.
- Trabalho, ocupações, copos e gajas boas?
- Não me digas nada. É a melhor parte. A malta do trabalho é cinco estrelas e acho que gostam do que faço em prol da empresa. Dizem que sou desenvolto, ou desenrascado, já não me lembro. E quando calha vamos todos beber um copo e existe uma chavala que pode ser… mas respeitinho (olhos abertos como a delimitar território).
-?
- É. E muito importante: aprendam a não continuar a cometerem excessos quando vierem de saída. Há sempre uma altura para tudo. A reabilitação começa por nós próprios e os bacanos que aqui estão do lado de fora medem um gajo pelo comportamento diário. Atenção a isso. Têm que se deixar de certas cenas ao princípio até que a vida normalize. Depois, cada um conquistará o direito de fazer da vida dele o que quiser. Nunca voltar para aqui é uma norma sagrada, e tu sabes.
- O que é que tens no pensamento para dizer a todas as pessoas que nos acompanham por aqui e que, já li, têm-te em alta consideração?
- Em boa verdade, são momentos que nunca esqueceremos, Bruno. Eu só dava a “cara”. Mais não fazia do que transmitir o que muitos de nós pensamos e sentimos. Tomara que os continuem a acompanhar, juntamente com essa equipa de apoio informático do Palacete, e que a vontade do Director se mantenha. Acho que ganham todos e tu és capaz de continuar o que todos nós conseguimos.
Pela praxe, desejar um Ano Novo 2008 com muito Amor, saúde e dinheiro. Que são coisas que cá fora dão muito jeito.
- Zé, seu cabrão, dá cá um abraço…
-Bruno, sabes que estás na calha (apertado a mim), porta-te bem senão venho cá partir-te os cornos.

Bom Ano a todos!

Bruno Miguel Martins

10 Comments:

Blogger Um Momento said...

Olá
Não conhecia este teu espaço ... mas quero dar-te os meus parabéns!
Por aqui ando e ja li uns quantos posts
E acredita, devorando cada letrinha
Voltarei com certeza pois apraz-me a tua escrita e ao mesmo tempo informação, pois contigo já aprendi algumas coisas hoje
Muito obrigada!
Desejo-te eu um Bom Ano NOVO
Sopro-te um beijo sincero... ao teu coraçao
(*)

8:40 da tarde  
Blogger xatoo said...

Bom Ano Malta
e que o façam o mais curto possivel aí
e o mais longo por aqui, repleto de felicidades

10:03 da tarde  
Blogger MiguelGomes said...

Chego aqui por acaso, para compreender que não existem acasos na vida... Parabéns pelo blog e retribuo os votos: Feliz 2008!

Fica bem,
Miguel

9:42 da manhã  
Blogger peciscas said...

Como eu gostei de saber que o Zé, se está a aguentar e a safar-se nesta "rentrada na atmosfera".
Gostei por ele e por vós. Pelo alento que a sua reintegração vos pode trazer, aos que ainda aguardam a saída.

E, nesta passagem do 3º para o 4º ano pecisqueiro, agradeço a amizade com que me tendes visitado..
Para ti, e para o restante pessoal, que 2008 traga as boas novas possíveis e desejáveis.

6:15 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Um bom Ano à malta toda, Bruno.
Vou p'rós Fados e amanhã é bem capaz de acontecer que acorde com uma ressaca do camões.

Dá outro abraço por mim ao Zé. Ele sabe onde me pode encontrar.

saddam, o dos fados

6:16 da tarde  
Blogger eduardo said...

Só posso desejar que todos os vossos desejos (àqueles que querem mudar de vida, claro) se concretizem e que a sociedade melhore as formas de poder ajudar mais e melhor a reintegração.

Um Bom Ano, Bruno. Para todos.
Dá um abraço ao Zé e, como ele diz, porta-te bem para poderes sair com mais rapidez desse lugar.

6:53 da tarde  
Blogger Odele Souza said...

Bruno,
Estou aqui para te agradecer pelo comentário deixado há pouco no blog de Flavia. É fantástica essa possibilidade da era da informática, não é? Eu e Flavia viajamos constantemente para Portugal.E vocês então? Num piscar de olhos estão no Brasil a bater papo conosco.

Fiquei comovida com o texto que Zé Prisas pediu para você nos entregar. O Zé Prisas, se expressa muito bem quando fala de sentimentos e emoções. E isto é algo que se adquire com a prática da leitura, por isto deduzo que ele lê e escreve bastante. É o que eu imagino.

Por favor Bruno, não te querendo fazer de "menino de recado", da próxima vez que voce estiver com Ze Prisas diga a ele que eu e Flavia ficamos muito contentes com o bilhete que ele nos escreveu. E por favor, diga também que eu e Flavia estamos torcendo por ele para que tudo lhe corra bem no mundo dito livre.

Para você e seus companheiros o meu desejo de dias melhores.

7:58 da tarde  
Blogger rascunhos said...

Viva

Não conhecia o blog. Mas a "Foryou" recomendou e ainda bem.

Um ano feliz e que sintas o calor da estrela rei...

4:39 da tarde  
Blogger Tiago' said...

O mundo cá fora é assim... consideravelmente diferente do que será aí dentro, sem dúvida. mas o tempo por vezes passa rápido... há de chegar o dia em que serás tu a encorajar os que estão aí ;)

Aprende-se com os erros. :)

Tiago'

8:22 da tarde  
Blogger Pearl said...

Um óptimo ano a todos aqueles que no Palacete, fazem da estadia a possibilidade de contornar um percurso de vida.
E ao Ex-prisas Amaral, sucessos!

3:13 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home