segunda-feira, dezembro 24, 2007

Mensagem de Natal



Há quem passe o Natal em guerra, nos hospitais, em Vila Franca de Xira. Nós passamos o Natal na prisão, o que é que tem? Estamos a pagar um preço alto, nós sabemos. Mas a culpa é nossa.
Por isso, todos os natais, resolvemos fazer um balanço ao nosso processo penal e arranjar forma de minimizar o stress que esta quadra provoca fazendo teatro, espectáculos musicais, eventos desportivos, e uma pequena festa para os nossos filhos.

Por questões de segurança, desde a cimeira UE/África e a assinatura do Tratado de Lisboa estivemos sem sistema. Daí o não poder tido relatado todos os preparativos onde quase todos se disponibilizam na contribuição voluntária dos mesmos. E como era sobejamente chato estar aqui a fazer um rol de tretas, transcrevemos a mensagem de Natal que o nosso companheiro Zé “Prisas” Amaral deixou quando ontem nos visitou. (o gajo ainda não tem pilim para comprar um pc)

Bruno Miguel Martins



“Caríssimos Amigos,
o facto de me sentir integrado de novo na sociedade livre, não impede que me esqueça da atenção que sempre nos dispensaram e peço para que possam continuar, pois é um estímulo que a malta que aqui pernoita não se pode dar ao luxo de abdicar. Foram-me entregue inúmeras mensagens que guardo quase religiosamente. Talvez veja nelas um talismã que me ajudará a sentir-me um homem novo com uma nova vida. Fico-vos eternamente grato.

A vós, companheiros de infortúnio, nesta coisa nova de viver fora das celas e acordar de janelas e portas abertas, sinto que perdi ou me falta qualquer coisa. E no Natal, vocês sabem, a coisa tinha uma importância especial. Parece que me falta ouvir o roncar de alguns, um “empresta-me um cigarro”, uma caralhada ouvida a meio da noite.

Mesmo não trocando de ambiente, as nossas amizades continuarão. Mais: continuarei a mexer cá fora uns cordelinhos para que alguma malta possa ter nova oportunidade. Depois, saibam aproveitá-la.

Um bom e feliz Natal a todos com amizade,

Zé Pedro Amaral

15 Comments:

Blogger Pearl said...

É muito bom ler, do Zé: "(...)o facto de me sentir integrado de novo na sociedade livre(...)".

2:45 da manhã  
Blogger Ru2x said...

Oi Bruno e Zé
Não pensei na cimeira e essas coisas que mexem com segurança.
Pensei até que muitos dos que estão dentro poderiam sair em liberdade, para se arranjar lugar no palacete para muitos dos ilustres que por cá estiveram e que mereciam muito mais do que vocês estar dentro.
Para um gajo com Sida que não gosta do Natal, parece que vocês me levam a gostar do mesmo dentro das prisões. Pena que não haja muitos natais durante o ano, para ficarem um pouco aliviados e viverem a ilusão efémera de uma certa liberdade entre muros.
Para o Zé uma boa integração no cá fora lá dentro.Para os outros que ainda estão privados de acordarem com o controlo das portas e janelas para as abrirem quando quiserem um bom passar de tempo, rapidinho e sem muitos precalços.
Felicidades a todos e muita força.

8:48 da manhã  
Blogger Odele Souza said...

Bruno,
Cá estamos, eu e Flavia para lhes desejar um BOM DIA 25 de Dezembro, um BOM DIA de NATAL. Sim, porque FELIZ, sejamos francos, na situação em que nos encontramos, é difícil ser. Vocês, presos em um prédio a que ironicamente`chamam de "Palacete", Flavia, há quase 10 anos, inconsciente, presa a uma cama, de onde sai somente de vez em quando para ficar também presa a uma cadeira de rodas, toda adaptada para uma pessoa nas condições dela, sem qualquer controle do próprio corpo.

Zé Prisas, já ganhou a liberdade e torço para que você Bruno, também em breve a tenha. Torço por você e por seus companheiros de prisão. Desejo que sejam homens livres, e quando forem, desejo que usem sua liberdade para ajudar a sí próprios e a quem mais possam. E então, vocês vão perceber COMO É BOM SER BOM. Vão se dar conta de que o amor que damos aos outros, volta pra nós e mesmo que não tenhamos dinheiro, esse amor recebido nos faz pessoas ricas.

É assim que eu me sinto hoje. Sinto que eu e Flavia nos tornamos ricas com a solidariedade que temos encontrado na Net, através dos blogs. Eu e Flavia estamos mais ricas, por que temos recebido amizade, respeito, atenção e carinho de pessoas do Brasil e fora de nosso país, assim como você e Zé Prisas que aí de Portugal, nos mimam com mensagens cheias de afeto, o que desperta em nós também um grande afeto por vocês. É assim que funciona Bruno. Recebemos de volta o que damos aos outros.
Com nosso carinho para você e seus companheiros de prisão, deixamos aqui o nosso desejo de UM BOM DIA DE NATAL.

Por favor, quando for possível, transmita esta mensagem também ao Zé Prisas, e fale de nosso afeto por ele.

Abraços.

11:27 da manhã  
Blogger eduardo said...

Olá Bruno,
como já deves ter reparado era mais o Zé com quem nós contactávamos. Bom saber que ele está bem.

Tal como a ele o fiz, agora será contigo que se precisarem de alguma coisa não se acanhem.

O "Projecto" é para andar para a frente e eu, quando posso, ando por aqui, ali e acolá.

Um bom Natal a todos. (na medida do possível, não é?)

12:32 da tarde  
Blogger Aldina Duarte said...

Festas Felizes
Assim na Terra
Como no Coração!

Até sempre!

6:14 da tarde  
Blogger ...QUE VOA... said...

muito contente de ter conhecido este projecto e de ter vindo a participar nele. espero que tenham tido um bom natal. o sitio nao importa importa sim acreditar que o pai natal ainda existe e que todos fazemos para que esse mundo imaginário nao acabe.
um Bem Haja para todos e um especial para ti Zé que sempre estiveste integrado.

10:46 da tarde  
Blogger mariazinha said...

Boas Festas!
*

11:14 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Gostei de vos ler. Que a integração do Zé seja plena. Que para todos vós, o próximo ano, seja melhor. Muito melhor. Beijos.

1:56 da tarde  
Blogger vicissitude said...

Devias era de levar pauladas e ser confiscada a Internet.

Re-Inserção? que raio de Re-Inserção há em Portugal?!

Haviam todos de ir partir pedra e culpabilizar e cortar mãos por cada crime cometido, porque os próximos já pensavam duas vezes.

Fora isso estava na brincadeira, porque sempre quis dizer isto.. AHAHAHAHA, mas é porreiro ver que há consciência, principalmente dos presidiários, dá a ideia que esta sociedade de controlo superou a disciplinar.

Cumprimentos.

9:31 da manhã  
Blogger peciscas said...

Caro Bruno: ainda bem que estás a continuar este espaço que nos habituámos a visitar.
Nem sequer te falo muito do Natal, pois esta deve ser uma época particularmente penosa para vocês.
Entretanto, gostei de saber novas do Zé e que ele continua a aparecer.
Deixo, entretando votos para que 2008 possa ser, para muitos de vós, o reencontro com a sociedade, saldadas que estejam as eventuais dívidas que contrairam num dado momento.
Abraço para todos vós.

7:06 da tarde  
Blogger Elipse said...

olá Bruno e olá a todos os que vivem nessa casa sem janelas e vêm aqui espreitar um mundo mais ou menos virtual.
Cá estamos a caminho de mais um começo, ou não fosse a vida feita de começos todos os dias e a todas as horas.
Encontrar-nos-emos aqui de vez em quando, para um cumprimento, uma palavrita amiga, uma brincadeira e, especialmente, uma troca de encorajamentos, pois como vêem e como sabem, não é só aí que as dores apoquentam.
Também gostei de saber so Zé. E mando-lhe uma beijoka, claro.

11:02 da tarde  
Blogger Ru2x said...

A malta do nucleo duro que passe pelo SIDADANIA ,o blog dos condenados da SIDA e de outras cenas (link à direita)e leiam o texto "A malta do Palacete". Quando tiverem tempo.... claro está e deixem algumas dicas do que pensam.
No raio do texto, até tirei o chapéu ao bacano dos donos do palacete que teve a ideia deste projecto. Reabilitação através da escrita... muito bem. Quem sabe se o projecto é pioneiro e se se pode alargar à europa.
Com jeitinho quem sabe poderá vir a haver no futuro um representante da comunidade prisional portuguesa em Bruxelas em hotel de luxo com motorista para o levar às reuniões onde se tomam as decisões sobre os detidos e os seus direitos.
Quem vive num Palacete é minimo que pode exigir. Um abraço Bacanos.

6:21 da tarde  
Blogger foryou said...

Não acredito nisto, caramba!!! Acompanhei o blog durante mais de um ano, vinha vasculhar silenciosamente quase todos os dias... inicialmente, confesso, incrédula que fosse um relato in loco, depois continuei porque aqui aprendia muito do que não sei.
Não posso acreditar que precisamente quando estou uns tempos sem cá vir... o Zé desaparece de "cena" sem que eu tenha tido coragem de lhe dizer: escreve bem com um excelente sentido de oportunidade, observação e bom senso, um discernimento que invejo, um sentido crítico fantástico, uma consciência que, tomara todos nós "não prisas" termos.
E precisamente hoje, que já não encontro aqui o Zé, (com pena minha mas felizmente) tenho mesmo de deixar o meu muito obrigada pelo muito que aprendi com ele.

Boa sorte Bruno e, apesar de tudo, um bom novo ano para todos vocês

8:49 da tarde  
Blogger Grilinha said...

Fiquei muito feliz de te voltar a ler por aqui.

para ti Zé e para os que estão agora a dar continuidadae a este blog, desejo um Feliz Ano Novo

___________FELIZ 2008 ______

______0___o__o__o0_0__o_o__0
_____0___o__o_o__0_0__o___o__0
____0_o___o___o__0_0___o___o__0
____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
___o00o0o00000o000_00o0o00o0o00o0
___00000o000o000o0_000o000o0000o0
___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00o00
___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
____0o0o0000o0o0_____000o0o00o00o0
_____0000o0000________ 00o000o000
______0000000___________0000000
________00__________________00
_______00____________________00
______00______TIM - TIM________00
_____00_____SÃO OS VOTOS______00
____00_______da Grilinha_________00
___00 http://grilinha.blogs.sapo.pt 00
000000_________________________000000

10:58 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

testando o html.
>Sidadania
Abraços

1:09 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home