domingo, março 25, 2007

Técnica, estética e cosmética


Desde que o senhor ministro da Administração Interna criou o seu próprio blogue, por coincidência ou não, o nosso começou a ter problemas técnicos.
Coincidência ou não, o certo é que a técnica liberdade de expressão nos está vedada em determinadas matérias ao contrário das que possui o senhor ministro. Por razões de segurança, justificam. E só temos que acatar.
No entanto, entre os dois, existe uma diferença técnica significativa: a de podermos “ouvir”os outros e podermos responder a quase todas as questões até que se acabe com esta experiência que sempre foi piloto, ou se levante as restrições a que estamos sujeitos por código de honra e de palavra.

O senhor ministro emite a sua opinião sobre o que ouve, lê ou escrevem sobre as mais diversas vertentes que lhe diz respeito, mas não permite que lhe respondam tecnicamente às questões que aborda. José Magalhães, um informático excelso, que sabe do que estamos a falar, podia e devia alertá-lo que a blogosfera não é um gabinete de relações públicas com meninas de pernas à mostra a ler a Caras, ou outra qualquer Revista que traga em primeira mão as fofocas do jet set.

Por outro lado, e sem querermos ridicularizar o seu perfil editorial, a Opinião do seu espaço bloguístico dá-nos a sensação que está mais virada para uma classe técnica elitista descurando o sentido que refere no subtítulo de referência: o artigo 19º da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

E nós, tecnicamente falando, teríamos tanta coisa para lhe expor…
Como tecnicamente ainda estamos a gerir a entrevista branqueada de Valentim Loureiro e o golo espectacular do sacana do cigano.
Quaresma de seu nome.

1 Comments:

Blogger aldina said...

Pouco aprendem os que não querem ouvir.

Até sempre!

12:31 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home