terça-feira, outubro 10, 2006

Inclusão e Sidadania



Um dos Roteiros presidenciais para a Inclusão é iniciado hoje com uma ida às putas. Seguir-se-á os sem-abrigo, os idosos e os voluntários. Com o nome pomposo de “Voluntariado e Exclusão Social em Meio Urbano”, visa realçar a importância do voluntariado e dar a conhecer casos de exclusão no destapar o véu a esta Lisboa.
Isto foi o que Visão Online e o Sapo nos informaram.

Agora o que gostaríamos de saber é em que franjas sociais nos encontramos nós, professor? Já que não constamos do seu Roteiro.
Nem nós, nem este voluntariado que em boa hora aqui chegou. *

*texto anotado e aumentado

5 Comments:

Blogger Ru2x said...

Boa pergunta Zé.Sem saber em que franja social me encontro também, e sem saber exactamente aquilo que posso, devo ou não escrever aqui, por razões óbvias prometo pelo menos continuar a vir visitar o teu blog, um previlégio que deve ser mantido e tiro o meu chapéu aos serviços prisionais pela sua abertura e mesmo sem saber se é um projecto piloto acho que devia ser estendida a todos os estabelecimentos prisionais do país.
O meu tema é Sida, Hepatites e distribuição de kits com seringas nas prisões.Fácilmente podes através do nick vir ao meu encontro e ao que escrevo.Sei onde estás e passas a fazer parte dos meus favoritos.
Um abraço sem perguntas,sem dedos apontados, sem ideias pré concebidas.
Força

1:34 da tarde  
Blogger aldina said...

Acho que nunca são demais estas visitas oficiais, sendo que acredito no confronto com a realidade; sempre inesquecível, e quem sabe transformador de mentalidades, o contacto humano é fundamental, à parte das intenções e consequências políticas nulas, humanizar é sempre uma esperança num futuro melhor!

Até smepre

2:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

I enjoyed reading your blog very much. Thanks for taking the time to keep it going.
Shane
Great Health

2:40 da tarde  
Blogger peciscas said...

A única vantagem dessas coisas é dar um pouco de visibilidade aos problemas complicados que temos pela frente.
Só que tudo passa e os resultados dessas acções quase sempre dão em nada...

5:55 da tarde  
Blogger Zé "Prisas" Amaral said...

Como já se percebeu, o que se pretende saber é se uma célebre frase de George Orwell, na sua obra "O Triunfo dos Porcos", ainda faz sentido.

É que os excluídos são todos iguais. Mas há excluídos...

6:18 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home